O Sexo na Pandemia!

A Importância de Cuidar do Relacionamento e do Sexo na Pandemia.

390 0
o sexo na pandemia
()

Já parou para pensar em como fica o sexo na pandemia?

Infelizmente passaremos o nosso segundo Dia dos Namorados ainda num contexto pandêmico e sem vacinas para todos.

Esse processo de medo, isolamento, casais convivendo mais tempo juntos do que o convencional, jornada de trabalho ampliada, filhos, entre outras tantas coisas… vem afetando significativamente a vida sexual de muitas pessoas.

Se antes já era complicado... imagina agora! :O

O cenário não é favorável para grandes aventuras sexuais.

A própria OMS tem recomendado a masturbação como recurso para sentir prazer sem se expor ao vírus por meio de pessoas e ambientes contaminados e como forma de relaxamento e redução do estress.

Mas precisamos também pensar em como está a libido e a relação dos casais nesse momento.

 Se antes disso tudo acontecer o número de casais com queixas de inadequações e disfunções sexuais e principalmente com disfunções de desejo, orgasmo, ereção e ejaculação já era considerável, imaginem agora.

Sabemos que para termos o sexo na pandemia, sexo de qualidade, precisamos de vários fatores.

Para ter libido e prazer constantemente, precisamos conhecer nosso corpo, estarmos bem de saúde física e mental e termos um relacionamento motivador o bastante para que o desejo sexual se mantenha presente.

Nunca se vendeu tanto vibrador!

Com o tempo, é natural que o desejo espontâneo diminua e o desejo responsivo ou seja, o desejo que surge após uma estimulação se faça presente.

Ao mesmo tempo que logo no início da pandemia os sex shops arrebentaram de vender, surgiram os grandes conflitos de relacionamento e de sexo na pandemia entre os casais.

Um momento em que vendemos muitos vibradores e tivemos um aumento expressivo no consumo de produtos eróticos também é marcado por pessoas com dificuldades de sentir prazer, de chegar ao orgasmo, de ter desejo e disposição para fazer sexo.

A gente sabe que não é nada fácil estar vivendo uma pandemia que nos empurrou goela abaixo novas formas de trabalho e de se relacionar.

E isso pode até ter sido legal para algumas pessoas, porém para a grande maioria tem sido reflexo de muito sofrimento.

Pessoas solteiras, sem um relacionamento fixo precisaram cada vez mais se isolar ou escolher minunciosamente com quem transar com medo de se contaminar e contaminar outras pessoas.

Mas hoje quero falar dos casais que já tem um relacionamento estável, de longo prazo e até mesmo um casamento já estabelecido.

Mais tempo junto nem sempre Significa mais sexo...

No começo, apesar de estarmos em um momento nada feliz se tratando de um vírus, muitas pessoas se empolgaram.

Muitos casais acreditavam que o fato de passarem mais tempo juntos em casa fosse fazer com que transassem mais e melhor, o tal do sexo na pandemia.

O fato de poderem ter mais tempo os fariam explorar mais possibilidades de prazer e usar mais produtos eróticos.

Afinal, seria uma ótima oportunidade de redescobrir o prazer, não é?

O fato é que com o passar dos meses as pessoas foram entrando em contato com as intimidades de suas parcerias e aquilo que poderia ser novidade caiu na rotina se somando a fatores estressantes.

sexo na pandemia - 2

A pandemia e os relacionamentos

A casa cheia com toda a família não permite mais que os casais tenham privacidade para explorar todas as possibilidades de prazer e como consequência os casais passam a fazer o caminho inverso e se distanciaram.

Brigas, dificuldade de comunicação e o sexo cada vez mais sem graça e até escasso para algumas pessoas.

Ao mesmo tempo em que a pandemia trouxe várias expectativas, mostrou também algo que sempre menciono em meus atendimentos e nos conteúdos nas redes sociais: a importância de cuidar do relacionamento.

A pandemia e o "modo Automático"

Muitos casais acabaram se divorciando e a culpa não é da pandemia.

Na verdade, a responsabilidade é dos envolvidos que durante todo o tempo de relacionamento não cuidaram e nem fizeram sua manutenção.

Entraram no modo automático sem novidades, sem conquista e comodismo.

A pandemia mostrou quais casais estavam fortalecidos o bastante para passar por tudo isso e usar algumas oportunidades a seu favor e quais casais só estavam precisando de um único motivo para não “darem mais certo”

A manutenção da "conquista" é fundamental!

Hoje o texto não está falando muito do ato sexual em si, mas quero contextualizar tudo isso para que vocês possam entenderem que sexo de qualidade e desejo sexual dependem de: intimidade, comunicação e cuidado com o relacionamento.

As pessoas se esquecem que mesmo depois de terem “conquistado”, a manutenção da conquista é fundamental.

É preciso ter em mente que sexo não deve ser usado como moeda de troca ou como ferramenta para a solução dos problemas dos casais.

Na verdade, a ausência dele mostra que há um problema na relação a ser resolvido e quem irá resolver não é o sexo diferentão.

sexo na pandemia - 3

Não adianta querer libido e orgasmo em relacionamento ruim!

Inovação na vida sexual é sempre bem-vinda e necessária, mas ela é mais bem aproveitada quando vem sem o peso de salvar algo que já está falido ou sem a obrigação.

Tirar um tempo a dois, ter mais privacidade e um tempo só do casal é de extrema importância para essa manutenção.

Esse tempo nem precisa ser para transar. Basta ser um tempo de qualidade juntos para namorarem, se conectarem, se lembrarem de momentos e transas boas que já tiveram e então buscar algo para aprimorar e tornar a relação mais prazerosa, e não para resolver um problema usando o sexo.

Então o grande motivo desse texto hoje é: cuidem do relacionamento para ter sexo de qualidade.

Estamos próximos do dia dos namorados e este é um excelente momento para rever questões do relacionamento e manter essa mesma “chama “da data comemorativa nos demais dias do ano, em pandemia ou não.

Não adianta querer libido e orgasmo em relacionamento ruim.

Dicas para melhorar a sexualidade do casal!

Podemos aproveitar o momento e tentar melhorar a sexualidade.

Abaixo algumas dicas para ajudar nesse processo.

Atividades conjuntas: cozinhem juntos, aprendam uma nova atividade juntos, reservem um momento para se arrumarem, jantarem ou ‘irem ao cinema’ nas plataformas de streaming.

Façam planos para o futuro pós-pandemia, porque isso ajuda a estar firme em um presente incerto.

E dialoguem: expressar claramente o que sentem, do que gostam e como querem é essencial para a conexão física e emocional.

Aposte em estimulantes: brinquedos, filmes e livros eróticos podem contribuir nessa aventura que é a redescoberta da sexualidade.

Mas atenção: se você não tem costume com algo do tipo, vá devagar. Não precisa comprar o vibrador high-tech de última geração com dez velocidades.

Aqui na minha loja na apimentou tem várias opções que sei que irão gostar. Início tranquilo e confortável é o caminho.

Ame-se: essa redescoberta da sexualidade compreende olhar mais para si, por fora e por dentro, em um método de autoconhecimento.

A consequência será adorar mais de si, perceber que você consegue ter prazer sozinho ou com outra pessoa e ajudará a amenizar os sentimentos negativos da quarentena, como a ansiedade.

Feliz dia dos namorados!

Se joga e goza.

E oh, aqui no Blog da Apimentou, nós vamos tirar todas as suas dúvidas, sobre tudo relacionado as nossas vidas sexuais.

Se quer saber mais sobre um determinado tema, deixa um comentário abaixo e nós vamos providenciar para você.

E você pode ainda enviar para alguém que você queira, para ajudar a tirar dúvidas sobre o tema.

Todas as terças e quintas tem matéria nova no ar!

No blog ou no Canal da Apimentou no Youtube.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Thalita Cesário

Seja bem vinde a minha coluna na Apimentou. Nesse cantinho especial uso do meu conhecimento como Terapeuta e Educadora sexual e como lojista do mercado há quase 10 anos para fazer a curadoria de excelentes produtos e conteúdos relacionados a prazer, sexo, sexualidade, relacionamento e bem estar sexual para trazer o máximo de informação de qualidade contribuindo ao máximo para o seu prazer.Instagram: @athalitacesario

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *