Higiene Íntima Feminina. O Que Preciso Saber?

196 0
Higiene Íntima Feminina
()

Tópico: Higiene Íntima Feminina

Quando o tema é órgão genital ou sexual, o assunto logo se torna tabu e constrangimento por parte de algumas pessoas. 

E algumas ainda relutam muito em tratar o tema com naturalidade. 

Os órgãos sexuais devem ser tratados como qualquer outra região do corpo, de modo que como qualquer outra parte, eles têm seus cuidados específicos, e a falta deles estão diretamente relacionados a diversos problemas. 

A higiene correta dos órgãos sexuais pode evitar corrimentos, infecções que podem se desenvolver e se transformar em doenças graves tanto no homem, quanto nas mulheres. 

As mulheres, no entanto, têm maior facilidade para desenvolverem infecções e corrimentos por diversos fatores fisiológicos como posição para urinar em banheiros públicos, tamanho da uretra e bexiga, entre outros.

Abaixo listaremos cuidados necessários para cuidar da sua vulva e evitar essas complicações acima que podem estar relacionadas com a falta de cuidados com a vulva e/ou o excesso, em muitos casos.

Lavar para cuidar, sem causar danos

A vulva é o conjunto de órgãos genitais da mulher que são os grandes e pequenos lábios, o clitóris, a uretra e a vagina. 

Essas dicas são pra este conjunto. A limpeza intima na mulher (não quer dizer limpeza interna) ela tem por objetivo limpar a parte geral da vulva.

Sendo assim, primeiramente é preciso esclarecer que não se deve usar sabonete na vagina, apenas na vulva. 

Parece confuso, mas não é.  A vagina faz parte da região interna da região intima e conta com uma flora de bactérias especializadas para manter a higiene deste local e através das próprias secreções.

O canal vaginal consegue se manter limpo sozinho e é por essa razão que não se deve introduzir sabonetes íntimos, duchas na região interna, pois ao invés de limpar, pode causar lesões e infecções;

A parte externa da vulva deve ser higienizada com sabonete e água apenas. 

Água corrente, levando em conta que o enxágue abundante é importante pra eliminar qualquer resquício de impurezas, se você preferir, nessa área você pode usar algum sabonete especializado.

Qual sabonete usar?

O sabonete deve ser adequado para a área, de modo que um sabonete comum não deve ser usado por ser alcalino (um termo neutro para o pH ácido e pH básico, lembrando que pH é a medida pra medir a acidez), que pode destruir a camada de gordura, causando um efeito chamado de “efeito sabão” que é uma espécie de secura.

A lavagem deve ser feita com produtos sintéticos ou dermatológicos que são “limpezas sem sabão” exatamente pra não causar o “efeito sabão”. 

Alguns sabonetes íntimos hoje em dia podem também apresentar uma característica hidratante e outros até especializados para peles sensíveis. Mas o importante é usar um sabonete adequado que não retire a gordura natural do local.

O mais indicado é consultar um ginecologista para indicar um sabonete especifico para o seu caso. 

Na hora da lavagem, é importante que você afaste os lábios um do outro, com a mão enquanto enxágua, para manter limpo os sulcos entre eles e não os deixar acumular umidade.

Cuidados com a calcinha

Cuidado na hora de lavar a calcinha também é cuidado íntimo. 

Observe que neste caso volta a ser alvo de discussão: sabão em pó ou amaciante PODEM CAUSAR ALERGIAS NA VULVA. 

Portanto use de preferência sabão antialérgico, como por exemplo, o sabão de coco

É muito importante que as calcinhas sequem bem, para evitar a proliferação de micro organismos devido a umidade,.

Então fica implícito que não é adequado lavar a calcinha durante o banho e deixa-la secando no banheiro. Para garantir a saúde da genitália, a calcinha deve se secar ao sol.

Ainda sobre calcinha, vamos falar de um tecido que é seu amigo, o algodão. 

Por ser um tecido leve, impede que a pele do local fique abafada durante a transpiração que acontece no decorrer do dia, evitando coceiras e infecções no local. 

Além do mais, a calcinha de algodão não permite a proliferação de fungos na região.

Você pode optar também por outros tipos de tecido, desde que ele possua forro de algodão na região da vagina, já que outros tipos de tecido podem aumentar a umidade do local.

Durante todo o dia você normalmente usa calcinha e roupa por cima.  

Se o uso de calças jeans ou roupas muito justas forem constantes, a vagina pode ficar muito abafada, e você PRECISA DEIXAR SUA VAGINA RESPIRAR. 

Para isso durante a noite você pode deixar a vagina respirar, ficando sem calcinha e outra roupa que a cubra totalmente. 

Pense em como um vestido largo e leve pode ser confortável para você a noite. 

Da mesma forma é confortável para sua vagina. 

Assim ela não se torna uma área propícia para o acumulo de secreções, de bactérias e fungos, evitando infecções e candidíase.

Mais cuidados com a vulva

Na hora de ir ao banheiro, a limpeza após urinar ou defecar deve ser feita de frente para trás… da vulva para o ânus, impedindo assim que você leve micro organismos do ânus para a vagina, pois esses micro organismos podem proliferar e causar infecções;

Menstruar pode causar bastante desconforte né? Nós entendemos, e sabemos que não é só por causa dos hormônios que você pode sofrer. 

Os absorventes também impedem a ventilação da vagina, colaborando para o aumento da temperatura e excesso de umidade no local, tudo o que propicia coceiras, infecções, assaduras… então use apenas quando necessário, nos dias menstruais e troque com frequência;

E a depilação? Este é mais um tabu. 

As mulheres, mais especificamente as mulheres brasileiras, são vistas como pessoas que não têm pelo, como se por tê-los a mulher fosse menos higiênica. 

Os pelos funcionam como barreira natural para micro organismos, fungos e bactérias. Então na hora de se depilar, é preferível não arrancar todos os fios na região da vagina. 

É ideal apenas aparar ao invés de retirar tudo.

O que a falta de uma higiene adequada pode causar na vagina?

A candidíase e a vaginose bacteriana são infecções causadas também pela falta de higiene no local. 

A candidíase apresenta coceira intensa e corrimento branco sem cheiro. 

Pode ser causada também por outros motivos como baixa imunidade. 

A Cândida albicans é um fungo que reside no sistema gsatrointestinal e quando a imunidade está baixa e o fungo encontra uma vagina úmida, mal ventilada e sem os devidos cuidados se instala e causa a candidíase. 

A vaginose por sua vez causa corrimento branco cinzento com coceira, esse corrimento pode ou não ter cheiro e essas complicações podem ser tratadas com medicamentos.

Como acreditamos que a prevenção ainda é o melhor remédio, recomendamos que leia este artigo todas as vezes que forem necessárias.

Então, gostou do post de hoje sobre higiene íntima feminina? E se você tiver alguma dúvida, sugestão ou quiser compartilhar sua experiência deixe nos comentários abaixo.

E não se esqueça de compartilhar este texto em suas redes sociais. Até a próxima!

Quer Apimentar A Sua Vida Sexual?

Acesse a nossa loja em Apimentou.com.br e passeie pelos departamentos e categorias. Nós possuímos uma infinidade de produtos de diferentes marcas, modelos, estilos, funções e tamanhos que farão você pirar com tanta novidade e possibilidade.

E o site ainda possui comparador de preços de produtos e frete de diversos lojistas de todo o Brasil, para você comprar mais barato e receber mais rápido.

E o mais legal, nós estamos online no site TODOS OS DIAS, das 11h à 0h!

Estamos sempre online para atender você e tirar todas as suas dúvidas, além de lhe ajudar a comprar o melhor produto pelo menor preço.

Não é robô que fica respondendo um monte de besteira, tirando a nossa paciência… É o nosso time de experts em produtos sensuais e eróticos para lhe dar o melhor atendimento na Apimentou!

E tudo respeitando o sigilo nas informações passadas e em sua identificação.

Basta nos chamar no chat online do site! ; )

E, oh, aqui no Blog da Apimentou nós vamos tirar todas as suas dúvidas, sobre tudo relacionado à nossa vida sexual.

Se quer saber mais sobre um determinado tema, deixe um comentário abaixo e nós vamos providenciar para você.

E você pode enviar a alguém que você queira ajudar a tirar dúvidas sobre o tema.

Todas as terças, quintas e sábados tem matéria nova no ar!

No blog ou no Canal da Apimentou no YouTube.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Marcela Costa

Oie! Eu sou a Marcela Costa e sou expert em produtos sensuais e eróticos e estudiosa no tema sexualidade, bem-estar e saúde íntima. Nesta coluna, desenvolvo posts sobre estes temas para ajudar a todos que queiram ler e tirar suas dúvidas. Caso tenha uma dúvida ou sugestão de pauta, envie email para: [email protected], A/C. Marcela Costa, que terei prazer em responder. : )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.