O Que é Fisting? Saiba Tudo Neste Post…

185 0
fisting
()

Tópico: Fisting

Quando o assunto é sexo, não existem regras ou formas corretas de praticar. 

O que vale é a vontade, segurança e prazer dos envolvidos. 

Hoje falaremos sobre o fisting, prática sexual extremamente polêmica, mas que mantêm e atrai adeptos que buscam apimentar o sexo.

Confira abaixo!

Mas o que é este tal de fisting?

O fisting é uma palavra da língua inglesa que vem de “punho” (fist), e no gerúndio (fisting) indica uma ação contínua e significa literalmente “punhando”. 

Esta prática consiste em introduzir o punho e em alguns casos, parte do antebraço na vagina ou no ânus. 

Ainda que desconhecida para muitos ou vista com estranheza, esta é uma prática bastante conhecida e praticada.

E se você está se perguntando por que alguém gostaria de fazer algo assim, saiba que esta é uma forma super prazerosa de tocar seu parceiro, apesar de exigir alguns cuidados e preparos. 

Quem pratica este fetiche afirma que a distensão destas regiões (ânus e vagina) causa uma estimulação incrível gerando um prazer intenso.

O fisting tornou-se tão popular no meio sexual que no pornô existe o gênero “fist fuck” que é bastante consumido. 

Há também quem coloque nas descrições de seus perfis em sites de relacionamento se é ou não praticante de fisting.

A prática é tão popular que na França existem locais específicos para agradar os praticantes de fisting. 

O ambiente é totalmente climatizado para que os praticantes se sintam mais à vontade.

Comece devagar

O fisting, por mais prazeroso que seja, requer uma série de cuidados e muita paciência.

Você já estudou anatomia hoje? Pois deveria! 

O ideal é que antes de considerar o fisting, seja feito um estudo da anatomia do ânus e da vagina para que, caso decida prosseguir com o fisting, o mesmo possa ser praticado com maior segurança e responsabilidade.

ATENÇÃO: Se praticado de forma errada, o fisting pode causar laceração ou perfuração da vagina, períneo, ânus, ou intestino grosso, causando lesões e podendo levar à morte. Por isto, cuidado! Segurança em primeiro lugar!

Por tratar-se de distensão de músculos em áreas sensíveis, o fisting deve ser praticado muito devagar e delicadamente. 

É preciso ter um enorme cuidado com a higienização das mãos e antebraços para que doenças sexualmente transmissíveis não sejam transmitidas.

O fisting praticado de forma inapropriada traz também o risco de incontinência urinária ou intestinal, perda involuntária de fezes, urina e gases, ou de bexiga baixa. 

Sem falar nos cortes e fissuras que podem causar inflamações e infecções.

Limpeza na porta de trás!

Se você irá praticar o fisting anal é preciso fazer uma limpeza antes… a famosa chuca. 

Existem formas seguras de realizar a chuca, que nada mais é do que a utilização de água ou algum outro produto para limpar, esvaziar o canal anal e o reto, antes do fisting ou do sexo anal comum, para evitar surpresinhas. 

Em nossa loja Apimentou é possível encontrar a ducha higiênica, que é o apetrecho ideal para fazer a chuca, já que é possível controlar a quantidade de líquido que entra e é mais macio para introduzir no ânus, havendo assim, menos chance de machucar.

É preciso cuidado com a frequência em que a chuca é realizada, não devendo fazer o procedimento diariamente e optando por um intervalo entre cada uma, já que a ocorrência excessiva das duchas pode causar problemas no intestino como prisão de ventre.

O ideal também é realizar a chuca mais próximo do sexo e não fazer utilizando mais do que 200ml de água. Opte também por água morna. Não utilize produtos químicos!

A falta de cuidados necessários pode causar transtornos como feridas, o que facilita o desenvolvimento de infecções e também na transmissão de doenças sexualmente transmissíveis.

Brinquedos em ação!

Uma maneira de se preparar para o fisting é utilizar brinquedos sexuais que auxiliam no relaxamento do ânus ou da vagina. 

Os dildos, brinquedos semelhantes a vibradores com formatos diferenciados, podem ser ótimos aliados. Eles ajudam na dilatação, o que faz com que a prática do fisting seja facilitada.

O ideal é que os objetos utilizados sejam aqueles encontrados em sex shops, com esta finalidade. 

Evite objetos pontiagudos ou afiados, sempre. 

Os dildos mais adequados são os flexíveis com partes anatômicas e revestidas, já que realizam a dilatação de modo gradual enquanto a penetração avança.

O passo a passo

1 – Antes de tudo converse com o seu par e certifique-se de que ele/ela está com vontade de praticar o fisting e se sente seguro e confortável. Por se tratar de uma prática extremamente invasiva, é preciso total tranquilidade de todas as partes envolvidas, para que não ocorra uma experiência traumática.

2 – Tendo o consentimento de todas as partes envolvidas, é preciso cortar e lixas as unhas para que não haja perigo de arranhar o fistee (pessoa que é penetrada).

3 – A pessoa que será penetrada deve realizar uma limpeza anal (a já mencionada chuca!), para evitar transtornos desagradáveis.

4 – O ideal é que sejam utilizadas luvas de látex para evitar a todo custo o contato com as mucosas anais ou vaginais no momento da penetração.

5 – Não esqueça do lubrificante sob hipótese alguma, é extremamente perigoso praticar o fisting sem que o fistee esteja apropriadamente lubrificado.

6 – Não pule as preliminares! Elas ajudarão o fistee a se sentir mais relaxado e proporcionarão um prazer maior.

7 – Com a mão no formato de bico de pato, ela será introduzida lentamente no ânus ou vagina. Não é aconselhável forçar o punho fechado e o ideal é que o fister (pessoa que pratica a penetração) se mantenha atencioso no que se refere à velocidade checando sempre com o fistee se está tudo bem. Também é recomendada uma palavra de segurança caso alguém precise que a prática seja interrompida. Não ultrapasse os limites, você saberá que atingiu os limites pois os músculos do orifício se contrairão rapidamente. Neste momento é importante não puxar a mão, permaneça imóvel até que as contrações terminem e só então retire a mão.

8 – No fisting normalmente não há o movimento de entra e sai, já que se trata de uma prática que envolve uma dinâmica diferente de um pênis ou consolo comum.

Conclusão

Com muito preparo, paciência e segurança, o fisting pode ser uma experiência maravilhosa. 

E lembre-se: É preciso comunicação acima de tudo! 

Se seu par não estiver à vontade com a ideia é preciso respeitar a decisão dele/dela no que diz respeito ao próprio corpo. 

Sexo seguro e prazeroso é o único sexo aceitável!

Então, gostou do post de hoje sobre Fisting? Se você tiver alguma dúvida, sugestão ou quiser compartilhar sua experiência deixe nos comentários abaixo.

Não se esqueça de compartilhar este texto em suas redes sociais. Até a próxima!

E, oh, aqui no Blog da Apimentou nós vamos tirar todas as suas dúvidas, sobre tudo relacionado à nossa vida sexual.

Se quer saber mais sobre um determinado tema, deixe um comentário abaixo e nós vamos providenciar para você.

E você pode enviar a alguém que você queira ajudar a tirar dúvidas sobre o tema.

Todas as terças, quintas e sábados tem matéria nova no ar!

No blog ou no Canal da Apimentou no YouTube.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Bia Braga

Consultora e Expert Apimentou. Heavy User de Produtos Sensuais. Instagram: @apimentou.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.