Coleira BDSM

6.7k 0
Coleira BDSM
()

Tópico: Coleira BDSM

O BDSM é uma prática que se popularizou com o filme 50 Tons de Cinza, e que vem ganhando a cada dia mais adeptos. 

Sejam por aqueles que querem sair da rotina e, deixar a hora H mais excitante, ou realmente fazer da prática um estilo de vida.

Ficou curioso(a) para conhecer melhor esse mundo BDSM, e os itens mais utilizados, tal como a coleira BDSM? 

Então basta conferir esse post até o final.

Em que consiste a prática BDSM?

A sigla é um acrónimo (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo). 

O Bondage é o jogo de restringir fisicamente a pessoa. 

A Disciplina é o jogo de treinar e adestrar a pessoa para que ela consiga obedecer aos comandos do dominador de maneira adequada. 

A letra D refere-se à Dominação, e a letra S tem um de seus significados como sendo a Submissão.

Essencialmente, o termo indica uma ampla gama de condutas relacionais e/ou eróticas que permitem compartilhar fantasias sexuais baseadas na dor, relação de poder e/ou humilhação entre dois ou mais parceiros adultos e que obtêm satisfação e prazer dessas práticas.

As práticas de dominação e submissão são referidas como de natureza sexual, mas na maioria das vezes, a penetração está completamente ausente nessas relações. 

O orgasmo não é a finalidade da prática, pelo contrário, o prazer está em realizar as fantasias sadomasoquistas. Pois permite explorar uma energia erótica que, desde o início, apenas aguçou a imaginação. Logo, o foco está na satisfação mental completa, ao invés de atingir o orgasmo.

A muitos dos que praticam o BDSM relatam que “quase sempre” tais práticas estão associadas a:

  • Sentido de liberdade
  • Sensação de prazer, realização ou prazer
  • Prática de habilidades pessoais
  • Sensação de relaxamento ou redução do estresse
  • Extroversão/exploração
  • Uma mistura de sentimentos e emoções positivas

Embora as sessões sejam caracterizadas por dores tanto físicas quanto psicológicas, no BDSM não faltam atos de ternura e relaxamento, de “reconciliação” entre as duas partes ao final do jogo. 

De fato, muitas vezes acontece que o dominador se dedica ao escravo dando-lhe recompensas, especialmente quando este cumpriu perfeitamente seu papel.

Quem pratica o BDSM?

As pessoas que se envolvem com as sessões BDSM geralmente são extrovertidas, abertas a novas experiências, autoconscientes. 

Não têm medo de comunicar seus desejos sexuais ao par, justamente porque sabem exatamente o que querem.

Inclusive, para colocar suas fantasias em prática, o primeiro passo é se abrir com seu parceiro, detalhando seus gostos e desejos.

Basicamente, deve-se chegar a um acordo entre os dois, deixando claro o que pode e não pode ser feito durante o role play e, acima de tudo, ressaltando que existe a possibilidade de mudar de ideia a qualquer momento e por qualquer motivo.

É extremamente fundamental que não haja nenhum tipo de coação: tudo deve ocorrer por consenso e em plena liberdade.

Para tal, considera-se necessário definir uma “palavra de segurança” a ser utilizada caso se pretenda interromper uma determinada prática.

Funções no BDSM

Os praticantes podem desempenhar diferentes papéis como, por exemplo, o papel do mestre (DOM, ou seja, aquele que exerce o controle), o papel do submisso (SUB, a pessoa que deixa ser dominada), ou, dependendo das circunstâncias, pode ocorrer a Switch (que desempenha ambos os papéis).

A relação entre aquele que domina e aquele que decide se submeter chama-se D/s. Já, por outro lado, os que não têm interesse em realizar as dinâmicas de Dominação e Submissão são chamados de “top” (papel ativo) ou “bottom” (que está como receptor daquela ação, ordem ou punição).

Símbolos típicos do BDSM

No BDSM, os adeptos tendem a usar itens, apetrechos para se reconhecerem e deixarem imediatamente claro o papel desempenhado.

No que se refere ao papel de dominador, os sujeitos que optam por serem mestres referem-se à cultura do “couro”, que implica um tipo específico de indumentária caracterizada por vestimentas pretas. Assim, os dominadores conseguem expressar a masculinidade e o poder erótico.

Já aqueles que fazem o papel de submisso, por exemplo, é reconhecível graças a algemas, vendas, coleiras – símbolos de subordinação.

A coleira BDSM: símbolo de submissão

A apropriação do submisso

Se há uma lei que nunca deve ser questionada na categoria BDSM, é a da posição do mestre ou dominatrix que está sempre acima. 

Sendo o aspecto psicológico, o centro ou o pilar do BDSM, o submisso normalmente deverá aceitar o uso da coleira BDSM.

É, portanto, uma declaração formal de dominação, de apropriação do território pelo dominante, mas também a aceitação de obrigações para com o dominado. 

Isso significa que o uso da coleira também é um símbolo de grande atenção e apego emocional.

O sinal de compromisso do sub

Para receber a coleira BDSM, o dominado faz o pedido ao seu superior. Em outras palavras, por este ato, este se compromete a ser leal ao seu mestre. 

Em que o dominado mantém sua posição inferior durante todo o relacionamento.

Logo, quando um dom e um sub oficializam um relacionamento, a coleira é utilizada.

O acessório para a educação de um sub

Pode-se também usar a coleira BDSM para educar ou punir significativamente um sub que transcreveu as regras, a fim de lembrá-lo de sua posição e restaurar a ordem.

Assim sendo, é importante ter cautela se você pretende usar a coleira como um dispositivo de punição, para não ferir o ego ou o orgulho da pessoa na qual é usada.

Dicas para escolher uma coleira BDSM para jogos

Se você ficou com vontade de participar de um role play BDSM, veja a seguir algumas dicas para encontrar uma coleira ideal. 

Para a sua compra, considere algumas dessas variáveis para a escolha:

1. Decida a altura ideal

As coleiras têm alturas variáveis. Existem as mais altas (coleiras que cobrem uma grande área do pescoço).

Larguras e espessuras de coleiras mais finas são geralmente mais confortáveis para uso a longo prazo. 

Então, se você quiser que seu par a use por horas a fio em uma em uma sessão BDSM, considere um item leve e fino que seja confortável.

2. Conheça bem o tamanho do pescoço

Embora a maioria das coleiras seja projetada para um tamanho, você pode querer tirar uma fita métrica do pescoço de quem irá usar para descobrir exatamente o tamanho da coleira que você precisa. 

Muitos varejistas fornecem o comprimento total da gola, portanto, se o pescoço estiver acima ou abaixo da largura média, você deve se certificar de que o item caberá confortavelmente.

3. Pense nas cores

As coleiras BDSM estão disponíveis em uma ampla variedade de cores. 

Embora a maioria seja preta, alguns itens incluem cores contrastantes para uma aparência diferente. 

4. Escolha o material

Há muitos materiais de coleiras disponíveis no mercado, basta selecionar a que mais te agrada.

O couro é um dos favoritos dos praticantes, mas pode ser difícil limpar e não funciona bem para veganos. 

Já o neoprene é à prova d’água e divertido, mas falta o “look” hardcore que muitos players procuram. 

A pele sintética, couro sintético, camurça e feltro são outras opções de materiais populares. 

Dica De Compra Para Comprar Melhor E Mais Barato!

Acesse a nossa loja em Apimentou.com.br e passeie pela categoria Coleira BDSM

Nós possuímos uma infinidade de coleiras para a prática de BDSM de diferentes marcas, modelos, estilos, funções e tamanhos que farão você pirar com tanta novidade e possibilidade.

E o site ainda possui comparador de preços de produtos e frete de diversos lojistas de todo o Brasil, para você comprar mais barato e receber mais rápido.

E o mais legal, nós estamos online no site TODOS OS DIAS, das 11h à 0h!

Estamos sempre online para atender você e tirar todas as suas dúvidas, além de lhe ajudar a comprar o melhor produto pelo menor preço.

Não é robô que fica respondendo um monte de besteira, tirando a nossa paciência… É o nosso time de experts em produtos sensuais e eróticos para lhe dar o melhor atendimento na Apimentou!

E tudo respeitando o sigilo nas informações passadas e em sua identificação.

Basta nos chamar no chat online do site! ; )

Considerações finais

Se a relação no ato sexual de Poder X Submissão te instiga e causa curiosidade, talvez seja o momento certo de experimentar uma sessão BDSM com o seu par.

São vários os apetrechos que fazem parte dos jogos, e a coleira é um deles. 

Afinal, o nosso pescoço é um local delicado e que transmite vulnerabilidade, além de ser uma parte do corpo, que ao ser colocado uma coleira causa efeitos imediatos e excitação, tanto em quem domina quanto para o submisso.

A coleira é mais que apenas um acessório utilizado na prática, é um símbolo que marca a relação BDSM.

E lembre-se, tudo no Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo deve ser realizado com consentimento. 

Portanto para que o momento seja realmente prazeroso, é importante que haja muita conversa entre o casal.

Então, gostou do post de hoje sobre a Coleira BDSM? Se você tiver alguma dúvida, sugestão ou quiser compartilhar sua experiência deixe nos comentários abaixo. 

Não se esqueça de compartilhar este texto em suas redes sociais. Até a próxima!

E, oh, aqui no Blog da Apimentou nós vamos tirar todas as suas dúvidas, sobre tudo relacionado à nossa vida sexual.

Se quer saber mais sobre um determinado tema, deixe um comentário abaixo e nós vamos providenciar para você.

E você pode enviar a alguém que você queira ajudar a tirar dúvidas sobre o tema.

Todos os dias tem matéria nova no ar!

No blog ou no Canal da Apimentou no YouTube.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Bia Braga

Consultora e Expert Apimentou. Heavy User de Produtos Sensuais. Instagram: @apimentou.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *