O que é cinto de castidade BDSM?

297 0
cinto de castidade
()

Tópico: cinto de castidade

Quando se pensa em cinto de castidade, muitas vezes remetemos a época vitoriana – tempo em que as mulheres precisavam manter a sua pureza e o sexo controlado.

No entanto, atualmente, estes dispositivos de castidade são cada vez mais usados em jogos BDSM (Bondage, Disciplina, Dominação, Submissão, Sadismo e Masoquismo), principalmente por homens, que os utilizam como forma de gratificação sexual. 

Mas quais vantagens o cinto oferece? 

Onde comprá-lo? 

Saiba tudo no post de hoje.

A história do cinto de castidade

Há mais mito que realidade em torno do cinto de castidade. 

Segundo alguns, a origem do cinto foi durante a Idade Média, quando os cruzados tiveram que travar sua guerra de religião por longos meses, quando não anos, longe de suas esposas. 

Então, para garantir a lealdade da mulher, não tiveram, portanto, outro recurso senão impor o uso do referido cinto. 

Este apetrecho envolvia a cintura, com uma placa de metal cobrindo a virilha, sendo equipado com dois orifícios apenas para realizar as necessidades naturais. 

O cinto de castidade também pode ter sido utilizado para combater a masturbação – que segundo alguns da época era um mau hábito que, uma vez erradicado, permitiria extinguir certos impulsos. 

Afinal, a masturbação era vista como um vício fatal da juventude que desequilibrava as mentes e desorganizava constituições.

Por outro lado, há quem diga que essa história não é verdadeira, pois existe a indagação sobre como as mulheres poderiam ter cumprido suas necessidades fisiológicas sem incorrer em infecções, principalmente em tempos em que a higiene pessoal certamente não era prioridade.

Além disso, em um mundo onde forjar ferro era uma atividade praticada massivamente e em alto nível, teria sido muito fácil abrir um cinto de castidade mesmo sem ter a chave guardada pelo marido. 

Mas o que de fato, é um cinto de castidade?

É um dispositivo de metal, silicone etc, que se adapta a ambos os sexos. 

Ele traz uma dinâmica totalmente nova para os momentos íntimos.

Usado durante ou fora do sexo, mantém seus órgãos genitais controlados. 

O homem, por exemplo, não pode mais ter uma ereção. 

Ao mesmo tempo, é impossível para ele se masturbar e ter relações sexuais. 

A penetração tradicional é, portanto, excluída com tal brinquedo sexual.

Cinto de Castidade e Jogos BDSM

Em nosso tempo, o cinto de castidade encontra novamente seu o lugar no coração dos jogos BDSM. 

O princípio sadomasoquista é bastante simples: privar seu parceiro de relações sexuais por um tempo, para aumentar seu desejo.

Várias funções são atribuídas ao item, além de sua vocação básica de proibir todas as formas de relação sexual.

Ao bloquear o acesso aos orifícios genitais, essa ferramenta ancestral mística também é um obstáculo à masturbação, além de impossibilitar qualquer forma de relação sexual, como:

  • cunilíngua;
  • penetração;
  • sexo anal.

Qual é o objetivo dessa prática?

O objetivo do cinto de castidade é usar a submissão e a dor, dentro de um quadro de consentimento livre e mútuo, para satisfazer fantasias, estimular o desejo sexual e aumentar o prazer.

Com isso em mente, o uso do cinto de castidade é amplamente aclamado. Este acessório permite que um parceiro submeta ao outro, tanto obrigando-o a usar o equipamento de sua escolha, quanto tornando-se o mestre da relação sexual na medida em que detém a chave do cinto.

Esses elementos promovem o contexto de dominação, humilhação e disciplina buscado pelos entusiastas do BDSM.

O cinto de castidade também ajuda a aumentar o desejo dos parceiros. Ao bloquear o acesso ao trato sexual, os amantes têm um desejo ainda maior de sexo.

Para satisfazer as expectativas dos apaixonados que recorrem aos jogos de BDSM para apimentar sua sexualidade e satisfazer suas fantasias, o cinto de castidade, como é representado na mente das pessoas, existe no mercado e pode ser usado por homens e mulheres.

Em suma, as vantagens do cinto são:

  • Controlar a ereção do parceiro e decidir quando ele poderá usar o pênis.
  • Uma vez removido o cinto do pênis, o membro fica mais sensível. E o homem aproveita melhor as carícias que se seguem.
  • É esteticamente agradável e combina com algemas e outros acessórios de couro.

O cinto de castidade é um dispositivo divertido, que não deve ser abusado, mas que se encaixa perfeitamente em uma gama muito completa de acessórios BDSM.

Cinto de castidade para mulheres

O dispositivo para mulheres geralmente tem a forma de um cinto (na verdade, um híbrido entre o cinto e a calcinha), em couro ou metal, com uma parte adicional na altura da virilha, que bloqueia acesso ao púbis, evitando qualquer forma de carícias ou penetrações vaginais. 

O acesso ao ânus pode ou não ser deixado sem o lacre, dependendo do modelo.

Cinto de castidade para homens

O cinto de castidade também existe em versão masculina. 

O modelo da parte destinada a bloquear o acesso ao sexo, difere ligeiramente para armazenar todo o órgão sexual do homem, mas o princípio é mesmo.

Muitos cintos de castidade são inspirados no modelo florentino de cintos de castidade tradicionais. 

Eles têm uma faixa ao redor da cintura ou quadris e um escudo protetor que cobre os órgãos genitais. 

Outro cinto de castidade moderno, usado exclusivamente por homens, é conhecido como gaiola de castidade ou tubo de castidade. Ele envolve o pênis de um homem e torna uma ereção desconfortável ou mesmo impossível de alcançar.

As gaiolas de castidade devem ser devidamente ajustadas para garantir que não danifiquem os órgãos genitais masculinos. 

Se a gaiola for muito estreita, pode restringir o fluxo sanguíneo. Irritação e outros ferimentos leves também são comuns. 

No quadro de um jogo sexual, baseado na frustração momentânea, possibilita aumentar o desejo. 

O dispositivo de bondage geralmente é removido antes do final do jogo, para que o par que foi submetido à restrição do dispositivo possa desfrutar do ato sexual.

Diferentes itens de sexo

Esses itens sexuais vêm em diferentes formas e tamanhos. E geralmente são sempre feitos de materiais compatíveis com o corpo, para evitar lesões e infecções.

O material mais recomendado é o de inox. Este se presta melhor ao suor produzido naturalmente pelo corpo. O silicone também é indicado. 

No entanto, para o uso diário, deve-se evitar o couro devido à sua dificuldade de manutenção.

Na hora de comprar e escolher o cinto de castidade, aposte no conforto. Especificamente, o item de tamanho ideal é aquele que não fica apertado, mas levemente frouxo. 

Você não deve sentir nenhum beliscão ou desconforto durante a utilização. 

Além disso, os testículos devem estar em uma boa posição no nível do anel. 

Para facilitar a inserção, pode-se usar um bom lubrificante.

Considerações finais

Como vimos, durante o Renascimento, alguns acreditam que os acessórios de castidade foram usados. 

Com efeito, tratava-se de evitar que a pessoa amada, ou mesmo a jovem apta a casar ou a ir para o convento, afundasse na devassidão – um método um tanto quanto bárbaro – porém outros já desconfiam da história.

No entanto, hoje em dia, as pessoas têm seus órgãos trancados em um cinto de castidade ou gaiola, por vontade própria e em um contexto muito mais lúdico. 

O cinto de castidade é uma ferramenta amplamente utilizada para aumentar o desejo dos parceiros SM (submissão e sadomasoquismo).

Quando usada em momentos íntimos, o item desarma o homem e empodera a mulher. 

Ela tem controle sobre seu par e este está muito mais atento ao próprio corpo e se concentra melhor em seu prazer.

Então, gostou do post de hoje sobre cinto de castidade BDSM? E se você tiver alguma dúvida, sugestão ou quiser compartilhar sua experiência deixe nos comentários abaixo para eu saber. A sua opinião é muito importante para nós.

Compartilhe este post em suas redes sociais. E até a próxima!

E, oh, aqui no Blog da Apimentou nós vamos tirar todas as suas dúvidas, sobre tudo relacionado à nossa vida sexual.

Se quer saber mais sobre um determinado tema, deixe um comentário abaixo e nós vamos providenciar para você.

E você pode enviar a alguém que você queira ajudar a tirar dúvidas sobre o tema.

Todos os dias tem matéria nova no ar!

No blog ou no Canal da Apimentou no YouTube.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Marcelo Maia

Me chamo Marcelo Maia e sou expert em produtos sensuais e eróticos e um estudioso no tema sexualidade, bem-estar e saúde íntima. Além disso, sou autor do e-book Punheta, uma passeio na masturbação masculina, à venda na livraria da Amazon. Nesta coluna, desenvolvo posts sobre estes temas para ajudar a todos que queiram ler e tirar suas dúvidas. Caso tenha dúvida ou sugestão de pauta, envie email para: [email protected], A/C. Marcelo Maia, que terei prazer em responder. : )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.