Despertando a Paixão: O Papel da Nutrição Afrodisíaca na Libido Humana

648 0
comida-afrodisiaca-dia-da-nutrição
()

A busca por estimulantes naturais da libido remonta a tempos antigos, onde civilizações antigas buscavam poderosos elixires para despertar o desejo e a paixão. Uma área que tem ganhado destaque nesse campo é a nutrição afrodisíaca, que se concentra em alimentos e ingredientes conhecidos por aumentar o desejo sexual e melhorar a performance. 

Aproveitando que dia 31 de março é o Dia da Nutrição, hoje vamos conhecer os fundamentos por trás da nutrição afrodisíaca, seus potenciais benefícios e como criar um menu diário para estimular a libido. Além disso, discutiremos o papel dos estimulantes e suplementos sexuais nesse contexto.

Os Fundamentos da Nutrição Afrodisíaca

A nutrição afrodisíaca baseia-se na ideia de que certos alimentos contêm nutrientes e compostos que têm o potencial de aumentar a libido e melhorar o desempenho sexual. Embora a ciência por trás desses efeitos ainda seja objeto de estudo, muitos alimentos afrodisíacos são conhecidos por seus benefícios à saúde geral, o que pode indiretamente influenciar a função sexual.

Por exemplo, alimentos ricos em zinco, como ostras, carne vermelha e sementes de abóbora, são frequentemente associados ao aumento da produção de testosterona, um hormônio importante para o desejo sexual em homens e mulheres. 

Da mesma forma, alimentos ricos em antioxidantes, como frutas vermelhas e vegetais de folhas verdes, podem ajudar a melhorar o fluxo sanguíneo, o que é essencial para uma resposta sexual saudável.

Além disso, muitos alimentos afrodisíacos têm propriedades sensoriais que podem estimular os sentidos e aumentar a excitação. Por exemplo, especiarias como pimenta, gengibre e canela são conhecidas por seu efeito de aquecimento no corpo, enquanto o chocolate é associado à liberação de endorfinas, os “hormônios do prazer”, no cérebro.

 

9 Alimentos Afrodisíacos que você pode inserir no seu dia a dia

 

1. Chocolate 

Diz uma lenda asteca, que o líder Montezuma bebia 50 cálices de chocolate todos os dias, pois isso aumentava suas habilidades sexuais com as suas 200 mulheres. Talvez, por isso, até hoje o alimento é considerado um sinônimo de amor e paixão, sendo um dos presentes mais tradicionais entre os amantes.

Mas não é só isso, pesquisas indicam que o chocolate amargo contém certos compostos que elevam o humor, como a feniletilamina, que por sua vez controla a ação da norepinefrina, que nos excita (e dá aquela acelerada nos batimentos cardíacos), da serotonina e da dopamina (que são responsáveis pela sensação de bem-estar e felicidade). E isso, com certeza, pode ajudar as pessoas a entrarem no clima. 

 

2. Café 

Nosso cafezinho de todos os dias também pode ser muito afrodisíaco. A cafeína presente na bebida aumenta a resistência e pode elevar o humor, além de aumentar os níveis de dopamina no cérebro, o que aumenta consequentemente o desejo e o prazer. 

 

3. Pimentas vermelhas 

A capsaicina, uma substância química encontrada em pimentas vermelhas, é responsável pelo ardor e também por aumentar a circulação sanguínea e estimular as terminações nervosas, fazendo com que você se sinta mais excitado. Ela estimula ainda as terminações nervosas da língua, liberando adrenalina. 

4. Ostras 

As ostras levam a fama de serem afrodisíacas por terem a forma dos órgãos genitais femininos. No entanto, as ostras contêm altos níveis de zinco, substância que pode melhorar o desejo sexual aumentando a produção de testosterona. Elas também contêm tirosina, um nutriente que ajuda na produção de dopamina, que quando em baixa no organismo pode causar uma queda na libido. 

5. Morangos 

Existe uma lenda que diz que os morangos tiveram origem nas lágrimas de Afrodite, que caíram em forma de coração, assim que ela soube da morte do seu amante Adonis. E por isso, a fruta é tão associada ao sexo, amor e paixão. Mas atualmente, os morangos são considerados comidas afrodisíacas porque são ricos em vitamina C, que é importante para a produção de hormônios sexuais e de neurotransmissores químicos no cérebro que aumentam a libido, além é claro, de ajudar a manter o seu sistema imunológico saudável. 

 

6. Açafrão

A história deste alimento afrodisíaco remonta a Cleópatra. Dizem que ela se banhava em leite com infusão de açafrão para ficar ainda mais sedutora e despertar o desejo dos homens. Já pesquisas recentes, mostraram que o açafrão ajuda a aumentar a mobilidade dos espermatozóides e pode diminuir alguns dos efeitos colaterais sexuais causados pela ingestão de certos antidepressivos. 

 

7. Abacate 

No idioma asteca a palavra ahuacatl significa testículo, mas sua fama de alimento afrodisíaco vai muito além do nome. O abacate possui altos níveis de ácido fólico, vitamina B9 (que fornece energia para o organismo) e vitamina B6 (que ajuda na produção de testosterona). Por isso, ele é considerado uma das comidas afrodisíacas mais eficazes. 

 

8. Salmão 

O salmão é uma das mais conhecidas comidas afrodisíacas, já que é rico em ômega-3, substância importante não só para manter o coração saudável, mas que também ajuda a aumentar a libido, fornecendo o que é necessário para a produção de estrogênio, testosterona e progesterona.

 

9. Mel 

Hipócrates, na Grécia Antiga, tinha o costume de prescrever o mel para aumentar o vigor sexual. E não é pra menos. Ele contém boro, mineral que ajuda a regular os níveis hormonais, e o óxido nítrico, que ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo durante a excitação.

 

power-honey-suplemento-adrodisiaco

O power honey da Intt Cosméticos é um suplemento alimentar líquido a base de mel em pó, taurina, cafeína, ômega 3, gengibre, canela, beterraba, guaraná e melancia.

 

Menu Diário para Estimular a Libido

Criar um menu diário com alimentos afrodisíacos é uma maneira deliciosa e natural de aumentar a libido e promover uma vida sexual saudável. Aqui está um exemplo de um menu que incorpora uma variedade de alimentos conhecidos por seus efeitos afrodisíacos:

 

Café da Manhã:

– Smoothie de frutas vermelhas com sementes de chia (frutas vermelhas são ricas em antioxidantes e as sementes de chia são uma fonte de ômega-3, que pode melhorar a circulação sanguínea).

 

Almoço:

– Salada de espinafre, beterraba e nozes (espinafre é rico em magnésio, que pode ajudar a relaxar os vasos sanguíneos, enquanto as beterrabas contêm nitratos que podem melhorar o fluxo sanguíneo).

 

Lanche da Tarde:

– Morangos mergulhados em chocolate amargo (morangos são ricos em vitamina C, que pode ajudar na produção de hormônios sexuais, e o chocolate amargo contém feniletilamina, um composto associado à excitação).

 

Jantar:

– Salmão grelhado com aspargos (o salmão é uma excelente fonte de ácidos graxos ômega-3, que podem ajudar na produção de hormônios sexuais, e os aspargos são ricos em folato, que está ligado à produção de histamina, um neurotransmissor importante para o desejo sexual).

 

Sobremesa:

– Kiwi com raspas de gengibre (o kiwi é rico em vitamina C e o gengibre tem propriedades estimulantes que podem aumentar a circulação sanguínea).

 

O Papel dos Estimulantes e Suplementos Sexuais

Além de uma dieta rica em alimentos afrodisíacos, muitas pessoas recorrem a estimulantes e suplementos sexuais para aumentar a libido e melhorar o desempenho sexual. Estes podem variar desde ervas e extratos naturais até produtos farmacêuticos prescritos.

Algumas das ervas e suplementos mais comuns incluem:

  1. Ginseng: Esta erva é conhecida por suas propriedades estimulantes e pode ajudar a aumentar a libido e melhorar a função sexual.

 

  1. Maca: Originária dos Andes, a maca é frequentemente consumida em pó e é associada ao aumento da energia, da libido e da fertilidade.

 

image-02-super-macho-c-psulas-potencializador-masculino

As cápsulas Super macho traz em sua composição: Epimedium (bode tarado), Maca Peruana, Catuaba Turnera Diffusa e Extrato de Bagas de Pilriteiro.

 

  1. Tribulus terrestris: Esta erva é popular entre os atletas e é reivindicada por aumentar os níveis de testosterona e melhorar o desempenho sexual.

 

  1. Arginina: Um aminoácido que ajuda a relaxar os vasos sanguíneos, melhorando assim o fluxo sanguíneo para os órgãos genitais.

 

  1. Hormônios: Em alguns casos, suplementos hormonais, como a testosterona, podem ser prescritos pelos médicos para tratar baixa libido em homens e mulheres.

 

Cuidados com a nutrição afrodisíaca

É importante notar que nem todos os suplementos e estimulantes sexuais são eficazes ou seguros. Alguns podem interagir com medicamentos ou causar efeitos colaterais indesejados. Portanto, é sempre aconselhável consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer novo regime de suplementos ou estimulantes.

“O excesso de informação nos leva a crer que consumir três chás, cinco frutas ou dois alimentos específicos irão ajudar a aumentar a libido e eu preciso te dizer que isso não é verdade. Existem alimentos sim que combinados podem ajudar o seu corpo a funcionar melhor e com isso contribuir para melhorar a sua libido, mas você entende que o problema é muito mais complexo, você é um ser complexo e precisa de cuidados como um todo?”, revela a nutricionista Vanessa Costa.

Por isso, ela aconselha a implementar a nutrição afrodisíaca como um estilo de vida:

  • Consuma uma variedade de alimentos ricos em nutrientes, como frutas, legumes, grãos integrais, proteínas magras e gorduras saudáveis. Esses alimentos fornecem os nutrientes essenciais para a produção de hormônios sexuais e a manutenção da saúde sexual.
  • Inclua fontes de ômega-3, como peixes gordurosos, sementes de chia e nozes, que ajudam a melhorar a circulação sanguínea e a saúde cardiovascular, fundamentais para a função sexual saudável.
  • Evite o consumo excessivo de alimentos processados, açúcares refinados e gorduras trans, que podem ter efeitos negativos na saúde geral e na libido.

Outros fatores a observar:

  • Pratique atividade física regularmente, pois ela vai ser a responsável por aumentar a circulação sanguínea, melhora a saúde cardiovascular e promove a liberação de endorfinas, hormônios do bem-estar, que podem estimular a libido.
  • Gerencie o estresse uma vez que o estresse crônico pode afetar negativamente a libido. Encontre maneiras saudáveis de gerenciar o estresse, como meditação, ioga, técnicas de respiração, massagens ou hobbies relaxantes.
  • Priorize o autocuidado e reserve tempo para si mesmo. Aproveite atividades prazerosas, como ler um livro, tomar um banho relaxante ou ouvir música, para aliviar o estresse e promover o bem-estar emocional.
  • Estabeleça limites saudáveis e aprenda a dizer “não” quando necessário, para evitar sobrecarregar-se e priorizar sua saúde e bem-estar.

 

A nutrição afrodisíaca oferece uma abordagem holística e deliciosa para aumentar a libido e promover uma vida sexual saudável. Ao incorporar uma variedade de alimentos ricos em nutrientes e compostos que beneficiam a função sexual, é possível aumentar o desejo e melhorar o desempenho na cama de forma natural.

Além disso, estimulantes e suplementos sexuais podem ser úteis para algumas pessoas, mas é importante usá-los com cautela e sob a orientação de um profissional de saúde. Ao adotar uma abordagem equilibrada que inclua uma dieta saudável, exercícios regulares e cuidados com a saúde mental, é possível desfrutar de uma vida sexual plena e satisfatória em qualquer idade.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *