Sinto Dor Durante o Sexo. O Que Pode Ser Isso?

561 0
dor durante o sexo
()

Tópico: Dor durante o sexo

A dor durante o sexo ou dispareunia é uma condição que afeta aproximadamente uma a cada dez mulheres em idade fértil e, quatro em dez na menopausa. 

Este distúrbio, bastante comum, interfere negativamente no bem-estar sexual e também no equilíbrio do casal.

No post de hoje, vamos esclarecer as principais dúvidas quanto à dispareunia. 

Afinal, conhecer o problema é a forma mais eficaz de lidar com a situação, e principalmente, compreender que, independente da causa, existe tratamento.

Dor durante a relação sexual: o que é?

As relações sexuais, tanto para homens quanto para mulheres, podem se tornar uma grande fonte de preocupação. Embora um ato doloroso seja mais comum em mulheres.

Dispareunia é o termo médico utilizado para se referir a dor durante ou após o sexo, e há muitas razões para esse transtorno, tanto físicas quanto mentais.

Este distúrbio pode ainda se tornar crônico, porque a tensão devido à dor (ou, ao medo da dor) pode originar uma tensão que contrai cada vez mais os músculos do assoalho pélvico. 

Quanto aos sintomas, o mais comum é a dor no momento da penetração, muitas vezes descrita como aguda ou sensação de queimação. 

Outros sintomas, por outro lado, incluem espasmos, cãibras pélvicas e rigidez muscular.

Existem dois tipos diferentes de dispareunia que são:

  1. Dispareunia superficial: é a dor sentida imediatamente, durante a relação sexual, e está localizada nas partes mais externas da área genital e pélvica;
  2. Dispareunia profunda: a dor é interna ao abdome inferior (também pode ocorrer após a relação sexual e até dois dias após).

Tipos e graus de dor sexual

A dor durante a relação sexual pode ser classificada em 5 níveis:

  1. Primária: dor que está sempre presente ao longo da vida sexual da mulher;
  2. Secundária: dor que ocorre após um período de tempo sem sintomas;
  3. Completo: dor que se sente a cada momento da relação sexual;
  4. Situacional: Dor que ocorre com um determinado par ou devido a uma certa estimulação;
  5. Superficial: dor que ocorre exclusivamente durante a penetração.

Possíveis causas da dispareunia

A dor que está lidando durante o sexo pode ser um indicativo de problemas de saúde, e que portanto, precisa ser tratado. 

Aqui estão as principais razões pelas quais você pode sentir dor durante o sexo.

1. ISTs

IST é uma infecção que é mais comumente transmitida através de relações sexuais desprotegidas. 

Nas mulheres, uma infecção sexualmente transmissível pode se manifestar por meio de coceira íntima, principalmente na entrada da vagina, corrimento vaginal incomum e/ou desconforto durante a relação sexual. 

2. Infecção do trato urinário

Um terço das mulheres tem pelo menos uma infecção do trato urinário durante a vida. Infeções do tipo são comuns e podem afetar a bexiga, os rins e as passagens relacionadas. 

De fato, o sexo feminino tem a uretra mais curta que a do homem, o que facilita a chegada de bactérias à bexiga. Isso torna as mulheres mais propensas a infecções.

Os sintomas mais comuns incluem sensação de queimação ao urinar, vontade de ir ao banheiro com mais regularidade, urina turva ou com odor. O que ocasiona desconforto e até mesmo dor na relação sexual.

3. Menopausa

A menopausa é o nome designado à última menstruação, que geralmente acontece entre 45 e 55 anos, marcando o fim da fase reprodutiva da vida da mulher. É quando há a interrupção dos ciclos menstruais. 

Isso acontece porque o corpo produz menos hormônios responsáveis pela fertilidade nessa fase da vida. E a queda dos níveis de estrogênio causa uma redução nas secreções vaginais, contribuindo para a secura genital e, assim, torna o sexo desconfortável ou até doloroso. 

Esse fenômeno também pode ocorrer fora da menopausa, principalmente em gestantes, mães jovens ou em situações de estresse, devido ao uso de medicamentos, consumo de álcool ou tabaco.

Lubrificantes podem ajudar a reduzir esse ressecamento. Mas, se os sintomas persistirem, deve-se procurar um profissional da área para tratar o problema.

4. Problemas de pele

A pele às vezes pode ficar sensível durante a relação sexual em razão de alguma substância irritante. Isso pode ser, por exemplo, uma alergia ao látex, sabonete ou até mesmo a certos espermicidas. 

Se você tem uma condição de pele, como eczema ou dermatite localizada na entrada da vagina, isso pode causar pele genital seca, rachada e favorecer a dor durante o sexo. 

Tal como acontece com a secura vaginal, os lubrificantes de silicone podem ajudar a curto prazo, mas é importante que o seu médico trate a condição subjacente da pele.

5. Doença inflamatória pélvica (DIP)

Este é o termo usado para referir a infecção generalizada do interior do útero, trompas de falópio e ovários. Essa doença geralmente afeta mulheres com menos de 24 anos e pode causar dor durante a relação sexual, dor pélvica ou abdominal, corrimento vaginal ou sangramento, e requer tratamento por um profissional de saúde.

6. Endometriose

Cerca de 1 em cada 10 mulheres sofre de endometriose. Endometriose significa que o tecido uterino é encontrado fora do útero. Pode estar localizado na pélvis, ovários, bexiga, abdômen ou intestinos. 

Os sintomas nem sempre estão presentes, mas quando aparecem, variam muito dependendo da mulher. Embora não haja cura conhecida, existem vários métodos de tratamento que podem controlar os sintomas proporcionando alívio da dor.

7. Causas psíquicas

Se a dor durante a relação sexual é causada por patologias, também acontece do desconforto ser originário do estresse, ansiedade ou apreensão. 

Esses fatores podem influenciar na lubrificação vaginal e tornar a penetração dolorosa ou mesmo impossível. Essas dores são comuns, mas podem ser resolvidas comunicando-se com seu par. 

Porém, se esses fatores persistirem e, passar a ocorrer dores intensas, é recomendado conversar com um profissional de saúde, para uma orientação correta.

8. Vaginismo

O vaginismo é uma condição na qual os músculos da vagina experimentam espasmos e contrações involuntárias em resposta à penetração sexual, exame ginecológico ou inserção de um tampão. 

A contração ou mesmo o fechamento da vagina é um reflexo completamente inconsciente.

Para muitas mulheres, essa condição pode causar muito estresse e ansiedade, pois a relação sexual e os exames ginecológicos tornam-se dolorosos, se não impossíveis.

A condição geralmente é identificada durante a adolescência e início da idade adulta com o início da menstruação e atividade sexual. 

Esse fenômeno pode ocorrer por diferentes motivos, mas suas principais causas são psicológicas. É uma reação descontrolada e, no entanto, não há anormalidade nos órgãos genitais. 

Uma vez identificado o vaginismo, o tratamento consiste em ajuda psicológica para entender a causa em primeiro lugar.

Dor durante a relação sexual: o que fazer?

Somente o ginecologista pode diagnosticar as causas da dor durante a relação sexual e iniciar o paciente no caminho certo. 

Porém muito também depende de você (e não apenas em dar o primeiro passo de marcar uma consulta com o especialista). 

De fato, para tratar a dispareunia, é essencial relatar detalhadamente ao ginecologista:

  • A natureza da dor
  • A localização da dor
  • O momento da dor

Sem constrangimento ou pudor: uma conversa sincera e aberta, que ajude o médico a ter o máximo de informações úteis para a formulação de um diagnóstico correto, é o primeiro passo para encontrar uma solução para a dor durante a relação sexual.

Considerações finais

O tratamento da dispareunia depende de sua origem. 

Como existem muitas causas possíveis, um profissional da área é quem pode orientar o melhor tratamento possível.

Você também pode considerar a hipótese de ir ao médico especialista na companhia do seu par: pode ser uma maneira de superar o constrangimento diante do médico, mas também de fazer seu par participar do assunto – o problema não está na ausência do desejo, mas na dor devido a causas biológicas reais.

De qualquer ponto de vista, fechar-se em silêncio nunca é uma boa escolha, nem para sua vida amorosa nem para a solução do problema. 

Então, gostou do post de hoje sobre dor durante o sexo? Se você tiver alguma dúvida, sugestão ou quiser compartilhar sua experiência deixe nos comentários abaixo, afinal, a sua opinião é muito importante para nós.

E não se esqueça de compartilhar este texto em suas redes sociais. Até a próxima!

Quer Apimentar Sua Vida?

Acesse a nossa loja em Apimentou.com.br e passeie pelos departamentos e categorias. Nós possuímos uma infinidade de produtos de diferentes marcas, modelos, estilos, funções e tamanhos que farão você pirar com tanta novidade e possibilidade.

E o site ainda possui comparador de preços de produtos e frete de diversos lojistas de todo o Brasil, para você comprar mais barato e receber mais rápido.

E o mais legal, nós estamos online no site TODOS OS DIAS, das 11h à 0h!

Estamos sempre online para atender você e tirar todas as suas dúvidas, além de lhe ajudar a comprar o melhor produto, pelo menor preço.

Não é robô que fica respondendo um monte de besteira, tirando a nossa paciência… É o nosso time de experts em produtos sensuais e eróticos para lhe dar o melhor atendimento na Apimentou!

E tudo respeitando o sigilo nas informações passadas e em sua identificação.

Basta nos chamar no chat online do site! ; )

E, oh, aqui no Blog da Apimentou nós vamos tirar todas as suas dúvidas, sobre tudo relacionado à nossa vida sexual.

Se quer saber mais sobre um determinado tema, deixe um comentário abaixo e nós vamos providenciar para você.

E você pode enviar a alguém que você queira ajudar a tirar dúvidas sobre o tema.

Todos os dias tem matéria nova no ar!

No blog ou no Canal da Apimentou no YouTube.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Marcela Costa

Oie! Eu sou a Marcela Costa e sou expert em produtos sensuais e eróticos e estudiosa no tema sexualidade, bem-estar e saúde íntima. Nesta coluna, desenvolvo posts sobre estes temas para ajudar a todos que queiram ler e tirar suas dúvidas. Caso tenha uma dúvida ou sugestão de pauta, envie email para: [email protected], A/C. Marcela Costa, que terei prazer em responder. : )

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *