Fake News Sexual

159 0
fake news
()

Tópico: Fake News

Quais as mentiras que as mulheres mais contam sobre sua vida sexual? (Mas que não devem ser previamente julgadas sem conhecimento da causa).

Mentiras? 

Nenhuma… Apenas damos um outro foco ao que é falado (risos).

Homens não me critiquem, apenas nos defendendo… 

Brincadeiras à parte, SIM! 

Muitas mentiras são contadas por mulheres na hora do sexo ou quando se está falando sobre ele.

As mais recorrentes são:

  • Eu nunca fingi um orgasmo…
  • Eu só transei com [x] caras…
  • É a primeira vez que faço isso…
  • Já tive vários parceiros… (quando na verdade foi um, ou bem poucos)
  • Gozei muito…

E várias outras…

a Fake news mais dita...

Não tive acesso a nenhuma pesquisa específica sobre isso, mas acredito que seja dizer que GOZOU, quando na verdade não… 

Embaso essa minha afirmação baseado nas pesquisas que retratam o baixo número de mulheres que não tem orgasmos em suas relações. 

Existem fortes motivos por trás dessas mentiras… 

Não que isso possa ser justificado. Mentiras são condenáveis e prejudiciais.

Mas, deixando a hipocrisia de lado, sabemos que em muitos momentos elas se tornam um recurso. 

Para elucidar um pouco o que leva muitas mulheres a mentirem sobre isso, vou compartilhar a história da Lia.

Lia

Com seus 40 e tantos anos, teve 2 longos relacionamentos. 

No seu primeiro casamento sofreu diversos tipos de abusos, sendo o principal o emocional e o sexual. 

–> Alguns Conceitos importantes: Abuso emocional

É quando há a tentativa de tirar o arbítrio de uma pessoa e obter controle sobre ela com palavras ou comportamentos, manipulando emoções ou escolhas.

“Existem várias formas de abuso psicológico, as quais podem ser identificadas através da atenção redobrada ao comportamento do abusador.”

Quais as formas de abuso psicológico?

  1. Humilhações públicas e privadas
  2. Contestação e negação da verdade 
  3. Descaso com os sentimentos 
  4. Mentiras e omissões
  5. Desejo por controle. 

Fonte: psitto.com.br

–> Alguns Conceitos importantes: Abuso sexual (marido)

“Infelizmente ainda é visto com “muita naturalidade” (embora odeie compartilhar isso), fazer sexo sem que haja desejo mútuo e progressivo no casamento ou no namoro. 

Qualquer forma de coerção sexual, seja ela física ou emocional, é sim, estupro conjugal.

Aquelas práticas mais agressivas, como por exemplo o sadomasoquismo, ou posições sexuais que causem constrangimento à vítima, podem se enquadrar enquanto estupro conjugal (ainda que não sejam plenamente consentidas), assim como forçar uma relação sexual sem o uso de preservativo com o par. 

Fonte: Jus.com.br 

Segundo Casamento

Em seu segundo casamento, muita coisa se repetiu… Lia enxergava muitas coisas boas e foi buscando formas de lidar com tudo aquilo.

Ao contrário do que muitos pensam, ela era uma mulher extremamente forte, realizadora, não se entregava facilmente. 

Mas por diversos motivos, se via naquela situação.

A medida que foi amadurecendo, filhos crescendo, conseguiu unir forças para se livrar daquele casamento abusivo e sem felicidade.

hoje

Depois de mais de 3 anos com ajuda de profissionais, família, amigos e muita determinação, Lia acabou se conhecendo mais e, com isso, vendo com clareza as situações que vivenciou.

Hoje se sente livre e já está em um novo relacionamento.

seu primeiro amor

Não foi fácil se entregar nesse novo relacionamento… Seu corpo, sua alma, carregavam muitas memórias trazendo muita dor do passado, por mais que ela quisesse deixar tudo para trás.

Lia está feliz se sentindo livre e realizada. 

Apesar da idade atual, se sente como uma adolescente com seu primeiro amor!

Mas na hora do sexo as coisas complicavam um pouco… 

Apesar de se deliciar com o momento, ter voltado a sentir desejo e vontade de fazer muito sexo (durante anos ficou paralisada nessa área), ela ainda tinha muita dificuldade em se entregar totalmente. Sentia prazer mas ainda não havia descoberto “aquele tal do orgasmo”. 

É totalmente apaixonada pelo novo amor, está vivendo uma relação leve, feliz e, apesar de conversarem muito, Lia guarda um grande segredo…

Se sente tão feliz com o que está vivendo, não quer estragar os momentos e acaba mentindo… 

Na hora do sexo, finge muitos orgasmos. 

Não consegue falar abertamente com o novo amor que desconhece essa sensação.

julgamento

Deixemos o julgamento de lado, colocando nossas lentes de mundo, pois essa vivência é só dela e, felizmente, Lia já está buscando ajuda com profissionais para conseguir romper e viver uma nova história totalmente livre, de muito diálogo e prazer. 

Lia's

O que desejo para as todas as “Lias” existentes nesse mundo é consigam vencer todos os seus traumas e sejam muito felizes com momentos de muito prazer.

E você?

Qual mentira já contou?

Aliás o que já contou se foi… 

Te convido a refletir nesse momento:

QUAL A MENTIRA VOCÊ PAROU DE CONTAR PARA SI MESMA?

Essa é a verdadeira verdade que te recomendo a identificar.

Sabe aquelas frases do tipo: 

“Não me importo se fiz sexo com um cara e ele não me ligou no dia seguinte…”

Se não se importa está tudo bem… Mas se aquilo te machuca, te fere, pare de contar essa mentira! 

Reconheça que não se sente legal quando isso acontece. 

Ser frágil em alguns momentos não é condenável… 

Deixemos de ser “Mulher Maravilha”. 

validar o prazer

Essa mentira sobre fingir orgasmo pode ser dita por diversos motivos… 

Porque deseja que o sexo acabe logo, porque está cansada, porque não quer mais, ou só porque está ruim mesmo…

Isso muitas vezes acontece por termos aprendido ao longo da vida, a necessidade de validar mais o prazer do outro, do que o nosso. 

E outra coisa importante é pararmos de darmos tanta importância ao tal do orgasmo. 

Nem toda transa vai terminar em orgasmo e isso não significa que não foi maravilhoso.

E o principal: nenhuma mulher precisa se sentir mal por isso! 

A vontade foi grande, mas o corpo não acompanhou o pensamento.

E para encerrar vamos desmistificar algumas coisas:

  • Seu orgasmo é sua responsabilidade e não do outro
  • Transar com luz apagada não te fará se sentir mais feliz com seu corpo 
  • Seus pensamentos interferem no seu prazer
  • Superestimamos demais o orgasmo

Busque o autoconhecimento, relaxe, fale o que gosta e o que não gosta, acabe com suas próprias Fake News Sexuais!

Se desejar conhecer a linha de produtos que trabalho, acesse a minha loja na Apimentou.

Te convido a conhecer a minha loja e a experimentar. É caminho sem volta!

E, oh, aqui no Blog da Apimentou nós vamos tirar todas as suas dúvidas, sobre tudo relacionado à nossa vida sexual.

Se quer saber mais sobre um determinado tema, deixe um comentário abaixo e nós vamos providenciar para você.

E você pode enviar a alguém que você queira ajudar a tirar dúvidas sobre o tema.

Todos os dias tem matéria nova no ar!

No blog ou no Canal da Apimentou no YouTube.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Viviane Coelho

Oie! Sou Viviane Coelho apaixonada pelos benefícios que os produtos sensuais e eróticos podem proporcionar para a nossa vida, nosso bem-estar sexual e saúde íntima, aliado ao autoconhecimento que vai nos levar a uma melhor versão de nós mesmas(os) a cada dia, e poder compartilhar neste blog toda essa minha paixão, meus aprendizados através dos estudos que realizo, atuando como Coach em Sexualidade, como lojista da Vida Plena Sensual Store, pelas lentes das minhas vivências e experiências, me deixa Feliz Demais. VamosJuntos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.