Entre Gráficos e Orgasmos…

243 0
Gráficos e Orgasmos
()

Entre Gráficos e Orgasmos...

Eu odiava meu trabalho.

Todos os dias de manhã eu precisava recitar o mantra:

“Eu amo meu trabalho, eu amo meu trabalho…”

Eu estava muito insatisfeita.

Me formei em ciências contábeis há três anos e aos 26 já tenho MBA em finanças e mestrado em gestão de custos.

No entanto, após me esforçar tanto para entrar na melhor empresa de gestão financeira do país, exercia o promissor cargo de assistente contábil.

Uma carreira linda cuja rotina consiste, no geral, em tirar xerox e levar café para a Márcia da contabilidade.

Dizem que, quando sua vida profissional vai bem, a vida amorosa acaba.

Mas a minha vida era uma total derrota no trabalho e no amor.

Havia um momento do dia em que eu me sentia bem… era a hora de levar os relatórios para seu Fernando, o diretor da empresa.

Engraçado que ele nem parecia economista.

Não tinha muito refinamento, quando não batia o joelho, batia o dedinho em algum móvel.

Lentes grossas

Os óculos já eram bem grossos. Será que precisaria aumentar mais o grau?

Eu sabia exatamente quando ele estava nervoso. Ele gaguejava e ficava com vergonha.

Isso o deixava realmente fofo.

A fofura acabava quando eu me lembrava que ele já havia saído com a Márcia.

Embora tivesse sido apenas uma vez, ela era apaixonada por ele.

A Márcia até entendo, mais velha, rude… mas a Vanessa do marketing realmente me surpreendeu.

Uma mulher linda, bem resolvida, com cabelo curtinho, do tipo de mulher que deixava qualquer homem louco, também era caidinha por ele.

Dizem que os dois não namoraram, mas que saíam direto e ela não esconde de ninguém que, apesar da experiência de vida, foi com ele que aprendeu a gozar.

Bem, ocorreu que mês passado precisei ir até a diretoria levar os relatórios do final do dia. 

Bati e pedi licença.

Ele estava perdido entre gráficos, planilhas e calculadoras e respondeu gaguejando que eu podia entrar.

A gravata estava mais torta que nos outros dias.

Perguntei se precisava de ajuda. Ele parou, levantou a cabeça, esboçou um sorriso e disse:

– Entre, garota dos relatórios. Como pretende me ajudar?

– Como desejar.

Fechei a porta e caminhei até sua mesa. Entreguei os papéis e fiquei esperando um comando.

– Vem aqui, por favor.

Nesse momento olhei com um sorrisinho de dúvida e deu um friozinho na barriga.

Ele ficou parado, olhando e sorrindo.

Ele não era bonito. Nunca entendi essa fama de pegador que ele tinha.

Mas estava prestes a entender.

seu fernando

Caminhei devagar olhando no fundo dos seus olhos. E ele, sem desviar o olhar, apontou para a tela do computador e perguntou: “consegue resolver isso?”

E ficou ali apontando e me olhando por cima dos óculos.

Me debrucei em sua mesa para enxergar mais de perto e, claro, me exibir um pouquinho.

Comecei a analisar os balanços e logo identifiquei o erro.

Era minha chance de resolver e mostrar que eu tinha potencial para um trabalho mais importante que servir café para a Márcia.

Eu usava uma saia justa preta, camisa branca e scarpin vermelho de salto agulha.

Ele alternava o olhar entre a tela do computador e meu bumbum, que estava bem perto da sua boca.

Olhei para ele e disse: “posso dar um jeito nisso, mas vai levar um tempinho”.

– Fique o tempo que quiser. Não se preocupe com a hora extra e depois te levo para a casa. Mas preciso que essas análises estejam corretas até amanhã.

Se levantou e passou por mim levantando as mãos para não me tocar, mas esbarrou e ficou muito sem graça pedindo desculpas completamente gago.

Ficou nervoso porque estava excitado e seu pau havia me tocado, bem de leve, e eu adorei.

Apontou para sua cadeira e pediu que eu me sentasse.

Ele pegou os relatórios e andava de um lado para o outro, comentando cada detalhe e discutindo soluções comigo.

Ele era inteligentíssimo!

entardecer

Aquele fim de tarde foi maravilhoso. Trabalhamos duro e, quando me dei conta, já eram mais de oito da noite.

Eu havia terminado o trabalho. Estava dando um toque final quando ele já havia tirado a gravata e estava relaxado no sofá em frente à mesa, segurando uma garrafa de vinho e duas taças.

Olhei pra ele surpresa, fechei o notebook e disse: “acabei”.

— Então temos que comemorar — disse ele.

Colocou uma música deliciosa. Acho que blues… Se aproximou cantando, me entregou uma taça.

Começou a dançar encostado em mim e sussurrou no meu ouvido: “nada é mais excitante que uma mulher inteligente”.

Não resisti.

Olho no olho, o corpo pedindo mais, tudo era tão bom que parece que ele me atraía.

Sim, me atraía.

Aquele homem tinha um magnetismo que não sei explicar.

seu fernando beijando

Comecei a beijá-lo e beijá-lo enquanto meu corpo se mexia no ritmo dele, e nós dois no ritmo da música.

O ambiente de trabalho, a hierarquia… nada disso existia. Éramos apenas homem e mulher embebidos de desejo.

De repente ele parou diante de mim com a boca aberta, olhando meu decote como um sedento olha um oásis.

Mordeu o lábio e abriu mais um botão. Respirou fundo e se afastou.

Voltou para o sofá, diminuiu um pouco a luz e, me olhando profundamente falou, “não quero fazer nada que você não queira. Quero que você se sinta livre, e sinta o quanto eu te quero.”

A rola do seu Fernando, aliás, Fernando, pois como eu disse, já não existia hierarquia entre nós, estava dura e ele alisava enquanto me olhava.

Nesse momento tirei a caneta que segurava meu cabelo. Me senti selvagem.

Virei de costas, tirei a blusa bem devagar. Coloquei as mãos sobre a mesa e comecei a dançar.

Me virei de volta para ele e vi que segurava o pau que já não cabia mais dentro da calça.

Alisava aquele pau maravilhoso, grosso, duro… lindo.

garota sexy

Me olhou sorrindo. Me ajoelhei e fui até ele engatinhando com água na boca.

Coloquei as mãos sobre suas pernas e chupei aquele pau como se o mundo fosse acabar.

Quando olhei pra ele, vi que estava com muito tesão, mas ainda não era o que ele queria.

Me virou para a mesa, levantou minha saia devagarzinho. Enfiou a cara na minha bunda enquanto colocava a língua no meu cu e alternava chupando meu clitóris.

Metia a língua na minha buceta e eu gemia baixinho… Ele parou.

Me virei para ele. Ele me colocou sentada na mesa. Segurou meu rosto e não desviava o olhar dos meus olhos. Me beijava e, louco de tesão, perguntou: “Você me quer?”

Eu ria e gemia ao mesmo tempo. O que mais eu podia querer naquele momento?

Assenti com a cabeça enquanto ele colocou aquele pau delicioso dentro de mim. Eu não enxergava mais nada. Fiquei louca.

Ele alternava os movimentos ao me foder. Às vezes rápido, depois devagar, rebolava, gemia, me beijava, acariciava meu cabelo, chupava meus peitos, até que meu corpo estremeceu, minha visão ficou turva e meus gemidos se tornaram gritos… urros de prazer.

O orgasmo chegou.

O mais alucinante dos orgasmos. Arranhei suas costas, e uma lágrima desceu.

orgasmo

Enquanto eu gozava, Fernando se abaixou, abriu minhas pernas e me chupou mais.

Ele sabia o que estava fazendo e fazia como ninguém. Quanto mais eu gozava, mais prazer ele sentia.  

Até que voltou a me foder e, quando gozou, me abraçou forte e gemeu alto.

Nos beijamos, continuamos a noite conversando sobre sonhos, sobre família, e detonamos a garrafa de vinho.

Ele era muito cavalheiro, me tratou como uma rainha, mas não permiti que me levasse pra casa. Só até a porta do táxi.

Nos beijamos e nos despedimos.

Na manhã seguinte havia um cartão sobre minha mesa com os dizeres: “obrigado por ter proporcionado um dos melhores momentos da minha vida”.

Provavelmente faz isso com todas, mas não importa. Fez com que eu me sentisse única.

A partir daquele dia, do dia em que finalmente resolvi problemas contábeis, mais trabalhos foram delegados a mim.

Minha rotina se tornou mais dinâmica e, aos poucos, fui recebendo reconhecimento até me tornar uma contadora de verdade naquele escritório.

Fernando e eu nos tornamos grandes amigos.

Amigos do tipo que compartilham segredos e, confesso que aprendi muitas artimanhas do sexo com ele.

Se transamos mais vezes? É claro que sim…

FIM – Entre Gráficos e Orgasmos.

Quer Apimentar O Seu Relacionamento?

Acesse a nossa loja em Apimentou.com.br e passeie pelos departamentos e categorias. Nós possuímos uma infinidade de produtos de diferentes marcas, modelos, estilos, funções e tamanhos que farão você pirar com tanta novidade e possibilidade.

E o site ainda possui comparador de preços de produtos e frete de diversos lojistas de todo o Brasil, para você comprar mais barato e receber mais rápido.

E o mais legal, nós estamos online no site TODOS OS DIAS, das 11h à 0h!

Estamos sempre online para atender você e tirar todas as suas dúvidas, além de lhe ajudar a comprar o melhor produto, pelo menor preço.

Não é robô que fica respondendo um monte de besteira, tirando a nossa paciência… É o nosso time de experts em produtos sensuais e eróticos para lhe dar o melhor atendimento na Apimentou!

E tudo respeitando o sigilo nas informações passadas e em sua identificação.

Basta nos chamar no chat online do site! ; )

E, oh, aqui no Blog da Apimentou nós vamos tirar todas as suas dúvidas, sobre tudo relacionado à nossa vida sexual.

Se quer saber mais sobre um determinado tema, deixe um comentário abaixo e nós vamos providenciar para você.

E você pode enviar a alguém que você queira ajudar a tirar dúvidas sobre o tema.

Todas as terças, quintas e sábados tem matéria nova no ar!

No blog ou no Canal da Apimentou no YouTube.

O que você achou deste post?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Dricka Dellavassa

Escritora de contos eróticos e heavy user de produtos sensuais e eróticos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *